terça-feira, novembro 02, 2010

Deus Vs. Ateísmo, pra que disputar?

            Começo esse texto perguntando, por que existe tanta briga entre os crê em Deus e os ateus? É sabido que os ateus têm argumentos de sobra para provar a inexistência de Deus, até Nietzsche afirma: Se um homem tiver realmente muita fé, pode dar-se ao luxo de ser cético”. Por sua vez, quem acredita em Deus, têm argumentos de sobra, também para provarem a existência do mesmo, esse conhecimento é demasiadamente de maior conhecimento entre os fiéis, não se tornando difícil achar argumentos plausíveis a respeito de Deus.
            Eu diria que temos que acreditar em Deus, mas vivermos como se fossemos ateus, pois quem acredita e crê em Deus, em sua maioria, tem o péssimo habito de sentar e esperar a ajuda divina, o ditado popular “Deus ajuda quem cedo madruga” vem nos mostrar justamente que Deus deve gostar daquele que se dedicam mais a buscar por conta própria as suas conquistas do que esperar ele dar uma mãozinha.
            O ateu vive em uma constante intensidade absurda, não tem tempo pra Deus ou o Diabo, nem pra céu ou inferno, não raro encontramos ateus bem sucedidos, tanto profissionalmente como pessoalmente e encontramos também fieis em Deus não tão bem profissionalmente e pessoalmente.
            Vendo por essa ótica podemos perceber que Deus deve gostar mais dos ateus do que quem acredita nele, pois o ateu vai atrás do que quer e em sua maioria, com muito esforço, consegue e quando ouve a tal “palavra de Deus” simplesmente a ignora, pois o que Deus fez por ele se não dificultar ainda mais as coisas pra ele?
            Os fieis que vivem como ateus, no entanto, parece que sempre tem aquela mãozinha amiga do senhor “La de cima”, esses sim, conseguem o que querem com um pouco menos esforço. Claro que não existe e penso que nunca vai existir um instrumento de medição capaz de medir o esforço que determinada pessoa executou para se chegar ao mesmo lugar em relação ao outro, podemos apenas levar em consideração o seu histórico de vida pessoal e profissional, ai sim, podemos fazer uma medição de esforços.
            Quando eu falo sobre o senhor Deus, uma pergunta me vem à cabeça, por que sempre Deus é visto como homem? Diabo também é visto como homem, por que sempre homem? Claro, vivemos em um mundo machista e bla bla bla, poderiam me dizer, isso talvez explica o motivo de tantas mulheres seguirem Deusas, como Wicca, sinceramente pra mim isso é bruxaria barata, com o tanto de livros, artigos, blogs e afins sobre tal pratica dá a perceber que acabou se tornando mais barato que ate mesmo o Paulo Coelho, mas não vou falar dele aqui, ele esta vivo, é perigoso.
            Essa resposta que vivemos em um mundo machista pode ate ser aceitável, mas eu a repúdio, pois deve existir muito mais que isso do que apenas um mundo machista. Abro-me também para outra questão que ao meu ponto de vista é interessante, eu pedi a Deus um carro novo, se ele me der esse carro eu tenho que ficar no mínimo bravo com ele se eu for justo com a humanidade, existem hoje pessoas com mais necessidades que eu, fome é uma delas.
            Pergunto agora, que Deus é esse que acreditamos que é tão injusto? Quem acredita naquele que comete injustiças? Tanta gente nas UTI´s correndo risco de morte e acabam sendo salvas sem ajuda divina e sim de tecnologia, tanta gente passando fome e sede pelo mundo, tanta gente sem esgoto, sem saneamento básico, sem educação de qualidade, sem divertimento, sem emprego, sem renda, sem família, sem casa, sem água encanada, sem luz elétrica, sem tecnologia, entre tantas outras coisas por ai existentes que hoje se tornaram de extrema necessidade humana de consumismo e superficialidade, não sou do tipo comunista ou socialista, pelo menos não quero ser e nem parecer, muito pelo contrario, eu sou extremamente capitalista e acredito que o sistema capitalista é o melhor existente no mundo de hoje.
            Voltando para o parágrafo anterior, porque ser injusto com o mundo e pensarmos em nos e não pensarmos nas pessoas que realmente precisam? Sim, claro, porque temos que pensar em nós primeiro para depois sim pensarmos no mundo, então se temos que pensar em nos, que tal começarmos a acreditar em Deus, mas vivermos como se fossemos ateus?
            Esse texto tem apenas a intenção de lançar uma nova idéia e de abrir para questões e comentários a respeito, não levem esse texto para o âmbito pessoal, ta bom exagerei, impossível não levar para o âmbito pessoal, mas procure não ler para destruir e sim para construir conhecimentos acerca de tal tema, me abro para opiniões adversas.
            Obrigado, Marcio Colli

20 comentários:

  1. Então... Não concordo com seu parágrafo de abertura, pois você coloca que os ateus podem 'provar' e os fiéis também, ora: aí temos um problema, não se 'prova' nada com argumentos.

    Existem sim algumas descobertas científicas que podem ser explicadas (e muito mais facilmente) sem a intervenção de um ser divino, ou design inteligente.

    Gosto de afirmar que sou Ateu, não para advogar a favor da não existência ou criticar os que creem, mas somente para dizer aonde me posiciono no assunto.

    O meu problema é justamente que as pessoas que creem têm muito mais preconceito com os Ateus do que o contrário. Escrevi de mais para um comentário só, por isso indico o blog da suzaninha: http://www.suzanaherculanohouzel.com/journal/2010/10/17/sou-ateia-e-sinto-me-discriminada-pronto-falei.html

    Parabéns pela iniciativa... cuidado com nossas retinas!
    Abraço

    ResponderExcluir
  2. Ana Paula Bertotti3 de novembro de 2010 00:25

    venho aqui para contribuir com a minha visão sobre este tema. Penso que acreditar em Deus, é simplesmente a forma simbólica de acreditar em SI. Porque ao pedir algo para Deus, é trabalhar a sua mente para que você atinja aquilo que almeja. Ser ateu ou não pra mim não é questão ou dúvida, mas sim, acredito que devemos acreditar em SI, da forma que for, da forma simbólica, ou não. ;)

    ResponderExcluir
  3. Que psicodramático seu blog Marcio!!! Sobre esse assunto, duas coisas: acho que nossa capacidade de compreender a realidade é limitada e não nos permite afirmar com certeza a existência ou não de um ser com as características de Deus. Concordo com a Ana que a crença é simbolicamente uma forma de acreditarmos em nós mesmos; outra, na vida existem duas verdades: a absoluta (da religião), que não se discute, e a relativa (científica) que se discute.

    É isso, até!

    ResponderExcluir
  4. se voce da abertura da religiao existir,voce tem desgraça e desigualdade(india,idade media...).

    ResponderExcluir
  5. Nietzsche tambem escreveu uma vez: Nao posso acreditar em um Deus que que ser louvado o tempo todo. Ateu!

    ResponderExcluir
  6. vejam o exemplo do Cristianismo: a crença q um zumbi judeu de 2000 anos, q era seu próprio pai nascido duma mulher casada q nunca fez sexo, pode fazer-te viver para sempre se vc simbolicamente comer sua carne(um pedaço de pão) e beber seu sangue(um copo de vinho), e telepaticamente lhe disser q o aceita como seu mestre para q ele remova uma maldição q ele mesmo colocou em ti pq uma mulher feita da costela de um homem q foi feito de barro q foi convencida por uma cobra falante a comer uma fruta mágica proibida.
    FALA SÉRIO...........................

    ResponderExcluir
  7. SERA QUE SE UM BANDIDO APONTAR UMA ARMA PARA A CABEÇA DE UM ATEU ELE REZA OU NÃO?

    ResponderExcluir
  8. muito bom seu texto, concordo em quase tudo, até parece que fui eu que escrevi.
    o certo é que 99,9 % dos bandidos, assassinos e pedófilos são pessoas que crêem em Deus, enquanto os ateus são todos pessoas de bem, que simplesmente optaram por serem livres e não acreditar em mentiras.

    ResponderExcluir
  9. PERÂ disse...
    SERA QUE SE UM BANDIDO APONTAR UMA ARMA PARA A CABEÇA DE UM ATEU ELE REZA OU NÃO?

    eu nao chamaria pelo super homem se um bandido me apontasse uma arma, pq eu sei q ele nao vai vir me salvar, nem deus vai fazer nada ^^

    nao vai fazer nada, assim como nao salva ngm de morrer de fome, nao vai fazer nada assim como nao salvou joão helio ou a menina isabela.

    mas claro, pra isso ele nao tem tempo, mas sempre ouço alguem dizendo q "deus" deu uma boa vida pra ela, q deus conseguiu um carro, mto bem, deus dá carros e conquistas mas nao eh capaz de dar oq comer à quem precisa.

    diante disso vejo duas alternativas, ou deus eh injusto como o texto mesmo diz, e ajuda alguns e deixa outros sofrerem, ou deus nao faz nada a ngm ou seja nao existe.

    em qualquer caso, nao eh digno de ser louvado nem ao menos é digno de crença

    ResponderExcluir
  10. Cara... vc está por fora mesmo...hein? Mas continue buscando que vc encontrará a resposta que deseja "Buscareis a Verdade e a Verdade encontrarás.

    ResponderExcluir
  11. quem busca a verdade na religião certamente vai ficar decepcionado quando a encontrar....

    ResponderExcluir
  12. esse negocio de religião e deus é meramente geografico, depende do local em q vc nasce no planeta. vc pode acreditar em um deus em cada local, depende doq te encinam quando criança, agora se tem um deus q se importe com os seres humanos, porq ele deixou um assaltante pegar o pobre ateu? ja q somos todos filhos de deus ou ainda porq ele deixou o cara virar um assaltante? fato. copia: vejam o exemplo do Cristianismo: a crença q um zumbi judeu de 2000 anos, q era seu próprio pai nascido duma mulher casada q nunca fez sexo, pode fazer-te viver para sempre se vc simbolicamente comer sua carne(um pedaço de pão) e beber seu sangue(um copo de vinho), e telepaticamente lhe disser q o aceita como seu mestre para q ele remova uma maldição q ele mesmo colocou em ti pq uma mulher feita da costela de um homem q foi feito de barro q foi convencida por uma cobra falante a comer uma fruta mágica proibida.
    FALA SÉRIO...........................

    ResponderExcluir
  13. Numa queda de avião os religiosos rezam, os ateus procuram o para-quedas.

    ResponderExcluir
  14. Faço dessas as minhas palavras:
    vejam o exemplo do Cristianismo: a crença q um zumbi judeu de 2000 anos, q era seu próprio pai nascido duma mulher casada q nunca fez sexo, pode fazer-te viver para sempre se vc simbolicamente comer sua carne(um pedaço de pão) e beber seu sangue(um copo de vinho), e telepaticamente lhe disser q o aceita como seu mestre para q ele remova uma maldição q ele mesmo colocou em ti pq uma mulher feita da costela de um homem q foi feito de barro q foi convencida por uma cobra falante a comer uma fruta mágica proibida.
    FALA SÉRIO...........................
    postei algo no meu blog www.cavernadocafajeste.blogspot.com

    ResponderExcluir
  15. a briga SEMPRE começa qdo alguém tenta te convencer q existe algo q vc ñ acredita.
    os ateus só conversam, os teístas tentam pregar no meio da conversa, aí q começa tudo.

    qto ao cara da arma, depende do ateu, se ele for novato, pode até rezar, eu mesmo já passei por váreas experiências de risco de vida e nunca nem pensei q deus existe.

    paz

    ResponderExcluir
  16. Desculpe pela minha filhadaputice no meu blog, mas o que você propõe é utópico. O mundo seria muito melhor sem as religiões, ou você acha que ainda teriam pessoas sendo decapitadas, apedrejadas, mulheres mutiladas, crianças sendo punidas com as mão cortadas? quanto mais toleramos mais bizarrices acontecem.

    ResponderExcluir
  17. Voce esqueceu de lembrar que para os que acreditam em Deus, é preciso acreditar também no diabo. Logo, estamos em uma época que é cada vez mais notável a presença do tal, como voce citou.
    Injustiça nao é obra de Deus, entao ja esta na hora de pararem de por toda culpa no nome errado.
    Pessoalmente, eu ja fui totalmente ateu sim. Nao conseguia entender nada de cristianismo! Mas eu, por iniciativa propria, decidi tentar ver no que acreditavam mesmo e tirar uma conclusao definitiva. Bem, eu consegui tirar essas duvidas, entender e mudar de idéia. Hoje eu posso garantir sem sombra de duvida que estou muito melhor assim, me sinto muito melhor, tenho uma visao mais ampla de tudo. Mas isso é uma coisa pessoal né...
    Parabéns pelo blog! :)

    ResponderExcluir
  18. Antes de mais nada, eu sou ateu. A pergunta que você faz o texto é, de fato, interessante. Saberemos a resposta assim que morrermos, ou talvez não saibamos... mas o modo que você desenvolveu o texto não foi tão interessante porque os cristãos sempre argumentam que isso é culpa de Adão e Eva, e por causa deles somos seres pecadores ou então que Deus nos deu livre-arbítrio (o que não faria o menor sentido sendo "oniconsciente", mas não vim aqui para debater, somente para comentar o texto).

    Anônimo
    Você acaba de culpar Lúcifer por toda a maldade no mundo? No cristianismo, Lúcifer era um anjo, que por ter se rebelado Deus o expulsou do paraíso e criou o inferno só pra ele, o Deus cristão é onipotente, onipresente e oniconsciente, ele teoricamente pode acabar com tudo simplesmente por pensar nisso.

    ResponderExcluir
  19. Os cristãos tentam a volta da paz pouco durável entre teismo e atoismo na época de Einsten.
    Mas infelizmente o mundo está doente e a humanidade também, e alguns desses, por falta de estudo e de respeito, que certamente estavam vivos desde o inicio da humanidade e acompanhavam tudo, vêm falar com tamanha certeza que não existe Deus, e alguns até mesmo falam que não existiu Jesus (um ser histórico, como Julio Cesar e Cleópatra). Assim, vamos agora pensar quem realmente quer converter quem...
    Sendo assim, podemos então rir demasiadamente a respeito de uma cabeça de alfinete que explodiu e então... CÁ ESTAMOS, em um Universo com milhares de galáxias e milhares de estrelas. E que tal aquela outra, que tudo que conhecemos é fruto de milimetricas coincidências do acaso...

    Bom, a respeito dos preconceitos de ambos, sempre leio e escuto ateus falando: "mamãe, eles falaram que o Darwin era um idiota, buááá."
    Mas as horroridades que eu vejo os ateus falarem dos religiosos, são bem piores, porque é como se chamassem o seu pai de viado e sua mãe de prostituta. Metaforicamente, dão o soco e depois dizem que levaram uma cabeçada na mão.

    E a respeito do caos no mundo, uma frase: "A maldade no mundo é produto da falta de Deus no coração dos homens."

    Sou contra a Igreja da Idade Média, pois esqueceram dos ensinamentos deixados por Jesus e se perderam no poder de Roma.

    Quero citar que respeito quem me respeita, e os verdadeiros ateus (aqueles que não acreditam, mas que respeitam as pessoas), esses eu respeito. Mas os ateus idiotas, eu tenho é nojo e pena por terem uma mente tão fraca.

    ResponderExcluir
  20. Diego

    Ah, então o universo inteiro surgiu de um espirro e Deus criou planetas e estrelas à toa, afinal, a Terra é o único planeta que contém vida, agora, se Pedro Álvares Cabral tivesse "descoberto" o Brasil sei lá, um ano depois, você acha que estaríamos aqui hoje? Sim, coincidências existem, cada ação gera uma reação diferente, meu caro. E quem garante que os gregos da Grécia antiga não estavam certos sobre Zeus e os deuses do Olimpo, ou os Vikings sobre Thor, ou os Tupis sobre a Mãe Terra? Por que o cristianismo estaria certo se ele é uma crença relativamente nova nesse meio?

    Como o mundo poderia ter apenas alguns milhares de anos se pesquisas geológicas provam o contrário? Por que no início do mundo já existíamos se o Homo Sapiens Sapiens tem uns 40 ou 50 mil anos? Por que dinossauros e animais pré-Neogeno não são citados na criação do mundo se foram descobertos fósseis deles com milhões de anos?

    Jesus é um ser histórico, ok, mas qual é o registro dele, um livro? Harry Potter também tem um livro, e aí, ele é um ser histórico? Mas claro, eu posso estar errado, então ele seria apenas alguém com uma certa paranormalidade nesse mundo, assim como milhares de pessoas que fazem cirurgias espirituais e conversam com os mortos, mesmo que tudo seja coisa de seu cérebro, se ele realmente existiu e era o prório Deus (pai, filho e espírito santo) por que não revelar os meios de cura da medicina moderna, acabar com a fome no mundo, deixar pessoas nas ruas pedindo esmola?

    O caos é gerado pela falta de Deus no coração do homem ou o excesso de crença? As cruzadas, por exemplo, foram geradas pelo excesso de crença provida do Velho Testamento da Bíblia Sagrada, Deus mandava matar todos que não obedeciam suas ordens, sendo que poderia simplesmente soprar outra vez que todas as pessoas se "consertariam".

    O fato é que daqui a 500 ~ 1000 anos o cristianismo estará extinto e surgirá uma nova religião para enganar mais pessoas.

    ResponderExcluir